Saturday, 31 December 2011

Feliz Ano Novo

Imagem retirada da net

Desejos de Feliz Ano Novo com muita saúde, amor, trabalho e dinheiro (este não ha-de ser muito , mas que não falte...)! Muita forca e coragem, muitos sorrisos e boa disposição. 

2011 foi um grande ano, que 2012 me permita pelo menos manter o que de bom 2011 me trouxe e já agora me deixe concretizar uns sonhos e ser estupidamente feliz :))))) 


Monday, 26 December 2011

Saturday, 24 December 2011

Feliz Natal

O Natal e' das épocas do ano com maior significado para mim. E' o tempo de regressar a casa, e' tempo de família, de amigos, das coisas essenciais da vida. 'E tempo de renascimento, 'e tempo de reflexão, 'e tempo de renovação.
Adoro esta época, vibro com as luzes, com a musica, com os sorrisos, as lareiras, os abraços.
Este ano e' diferente e esta' a ser vivido ainda com mais intensidade e alegria. Com muito amor e carinho, com a certeza de um futuro que há-de vir. E que bom que e'.
Este ano 'a meia noite la estaremos na missa do galo a celebrar a Vida e a agradecer pelo que de mais precioso nos foi dado.
Desejo a todos um Santo Natal com muito Amor, Saúde e Felicidade! Que o possam celebrar com muita alegria junto de quem mais amam!

Friday, 23 December 2011

Eu ainda ca venho antes do Natal para um post como deve ser... a net tem estado esquecida... ando a fazer o favor de ser muito muito feliz :))

Thursday, 15 December 2011

:)

Sunday, 11 December 2011

Fim de Semana

Sexta feira sai do trabalho e fui ate 'a Oxford Street fazer umas compritas mas moi meme... A coisa não correu muito bem, porque não encontrei quase nada do que procurava e como era de esperar havia um mar de gente. Ao mesmo tempo fazia tempo para rumar ao little Portugal ca do sitio para o ja habitual jantar de aniversario / natal/ amizade de uma querida amiga. A comida como sempre esta boa, a companhia ainda melhor :)

Sábado acordar cedo, despachar tudo e la vou eu corajosa de novo tentar comprar o que nao tinha conseguido.  Numa hora e meia estava tudo comprado e de regresso a casa para deixar as coisas. Sair para ir ter com o meu querido Z para irmos almoçar com a C. Ela que adora cozinhar já nos esperava com um belo almoço, muito riso, um prossecco, pasteis de nata, mince pies e muito riso e gargalhada e saímos da mesa 'as 5 da tarde. Muito tuga portanto.

Seguimos para Euston* para nos encontrarmos com mais 2 queridos tugas por terras inglesas e rumamos para o Soho para uns copos... burritos.... café... muita conversa, muito riso, muita gargalhada, muita boa disposição e amizade. Gente boa e que faz as nossas vidas melhores :)

E o fim de semana provou ser o primeiro de inverno mais 'a seria, que isto tem sido uma brincadeira. Mas a coisa apertou e esta' um frio... brrrrr

Acabei a noite numa longa conversa com o tal do gostinho especial e que bem que acabou o dia :) como sempre...

Hoje Domingo e' dia de começar a fazer a mala, descansar, sorrir e rir... ouvir musica, ler e relaxar... Um fim de semana muito bom. O ultimo do ano por terras de sua Majestade :)))))


* so porque eu tenho um acto falhado com Euston... mas era mesmo St. Pancras

Friday, 9 December 2011


Porque estava escrito nas estrelas pela mão de Deus... :)

Saturday, 3 December 2011

Thursday, 1 December 2011

Dezembro, doce Dezembro

E Dezembro chega e eu mal posso esperar pelas minhas ferias. Por regressar a casa, 'a minha família,  ao amor, aos meus amigos, 'a minha cidade, ao mar, ao rio, aos cheiros e sabores. 

Dezembro chega e eu sou ainda mais feliz. 

Desde que sai de Lisboa em 2005 para ir viver na Madeira que Dezembro tem para mim um sabor especial. Sabe a regresso a casa, ainda que apenas por umas semanas. E este ano Dezembro tem um sabor especial... 

Wednesday, 30 November 2011

Hoje disseram-me que eu vivia as coisas com muita intensidade e não me conseguiam acompanhar. Lembrei-me de uma pessoa que me disse há uns anos atrás, creio que em 2004, que eu era daquelas mulheres que estava tão la em cima que dava medo de se aproximar. 

E verdade, vivo e dou-se intensamente ... Não sou a super-mulher, tenho medos, paranóias, fantasmas, receios, coisas por resolver. Mas isso nunca me parou nem impediu de seguir em frente, dou-me, entrego-me totalmente, se cair levanto-me, se me magoar não morro, se correr mal hei-de encontrar maneira de lidar com o assunto. Enfrento o que tenho de enfrentar... por vezes atiro-me sem rede, por vezes estatelo-me no chão, mas ainda não morri. Também não sei se aprendi ou se sou masoquista (mas isso são outros quinhentos...)

Não sei viver a meio gás, não sei viver assim-a-sim. Se isso e' bom? Não necessariamente, mas sou eu e tirar-me essa espontaneidade e' matar-me aos pouquinhos, lentamente... E agora lixaram-me porque eu não sei ser menos, porque quando eu sou menos, quando eu sou assim-a-sim desligo e desinteresso-me e isso não fazia parte dos planos...

Monday, 28 November 2011

Volta e meia aparecem ratos la no estamine, deixam vestígios e hoje puseram uma colega de cabelos em pe, que guinchou ainda mais que eles quando se apercebeu que os bichinhos andaram a passear-se pela secretaria dela (a julgar pela quantidade de m* que ela tem na secretaria, não me admira que por la tenham andado... adiante).

E volta e meia isto acontece, e' viro o disco e toca o mesmo... ratos e afins e' coisa que não falta la no escritório. Ainda hoje estou convencida que quando fui atacada por bichos que me morderam ate se fartarem foi coisa que começou no escritório que trouxe para casa e que me fez gastar um disparate de dinheiro, alem de me ter tirado noites de sono...

E la' chamaram os senhores da pest control que amanha la irão, por umas porcarias e a bem dizer a coisa e' mais panaceia que outra coisa. E se ha coisa que me faz confusão e' que só actuam a posteriori. Ora se e' dado adquirido que a bicheza anda por ali volta e meia, não seria de em jeito de prevenção fazerem alguma coisa? A mim parece-me que sim, mas que sei eu...

Não e por nada mas esta gente e' responsável pela saúde publica do burgo e eu penso se farão um bom trabalho. Em casa de ferreiro... espeto de pau...

Saturday, 26 November 2011

Dia de compras

Não estava mau de todo ate chegar ali a Oxford Circus, um mar de gente, as lojas a abarrotar... Ainda queria ter ido a outra loja, mas desisti, acho que com a idade tenho vindo a desenvolver uma fobia a espaços muito movimentados :P 
Mas comprei as prendas de Natal todas... também não são muitas! Comprei umas coisinhas para mim que precisava (já não me recordo a ultima vez que comprei roupa para mim... ) e pirei-me.
Quando vim a Londres pela primeira vez fiquei maravilhada com Oxford Street, agora que moro aqui mesmo ao lado, passo semanas sem la meter os pés e fujo de la a sete pés :)
Estamos na fase ermita, em que de boa vontade se vivia num monte no Alentejo, se cultivava e criava para subsistir e ate se dava uso aos escassos conhecimentos de costura... eheeheeh Não precisamos de muito para ser felizes...

Tuesday, 22 November 2011

Julgar os outros não será uma boa escolha. Julgamos pela nossa bitola e esta para nos e' a mais certa, mas não tem de o ser para o resto do mundo :)

Monday, 21 November 2011

E para por o trabalho de lado, em jeito de desabafo. 

Eu não quero ser injusta, mas os administrativos do estamine são tão burrinhos... a serio... eu perco a minha paciência... Alem de burros são divas... 

Hoje recebi um recado por email a dizer para dizer ao Michael do sitio X no telefone Y... Eu quando li o email fiquei logo danada, porque esta gente não e' capaz de meter naquela cabeça que tem de perguntar qual e' o assunto, porque muitas vezes (muitas mesmo) pedem para falar com a pessoa errada...

Ainda pensei responder a dizer que não ligava a ninguém sem saber o assunto, mas eu tenho reclamado tanto que acho que um dia destes me pregam uma rasteira qualquer (algum muito comum por aqueles lados...). La' liguei e claro que deu asneira. Perguntaram-me logo o apelido... pois não sei... a telefonista, encheu-se que nem um pavão para mostrar que eu era muito burra e disse-me logo que a organização tinha mais de 500 funcionários e patati patata... Pedi desculpa e disse que estava a responder a uma mensagem e como tal não tinha mais informação e a gaja ainda mais feliz ficou... e vá de se armar e patati patata... apeteceu-me manda-la 'a merda e desligar o telefone... mas fui correcta, pedi desculpa e desliguei.

Mandei um email 'a tonta da administrativa a dizer-lhe que quando o fulano ligasse de novo que deixasse o nome completo e ja' agora o assunto. Ela não respondeu, mas aposto que me vai dizer que ele não disse o nome completo... e eu vou-me encher de paciência e não lhe vou responder que a função dela 'e perguntar... paciência... paciência...

Da greve

No próximo dia 30 há greve da função publica* por terras de sua Majestade. E qual não e' o eu espanto quando recebo, na semana passada, um email do centro de formação (tinha uma formação nesse dia) a perguntar se ia fazer greve. Fiquei espantada e comentei mas não liguei muito ao assunto.  

Uns dias depois recebo um email do director da equipa a perguntar quem ia fazer greve porque tinha de organizar os serviço, dizia ele que tem de assegurar os serviços mínimos porque trabalhamos com pessoas vulneráveis.

Na sexta em conversa com colegas comentei que fiquei muito espantada por se ter de dizer se faremos ou nao greve porque para mim aquilo deturpa um bocadinho aquilo que para mim 'e greve, mas pronto. 

A conversa continuou e fiquei a saber que se não estiver no sindicato não tenho direito 'a greve. Fiquei muito surpreendida. As minhas colegas disseram-me que se fizer greve sem estar sindicalizada posso perder o emprego... não sei se isto será exactamente assim, mas ficou-me o aviso, não que estivesse a pensar fazer greve.

O que me deixou mesmo espantada foi a conversa delas acerca dos que fazem greve vs os que não fazem. Dizem elas que os grevistas se concentram na entrada dos serviços e tentam impedir que os não grevistas furem a greve... Desculpem? Não percebi? Consta (eu ainda acho que isto e' um mito urbano) a coisa chega a aquecer em certos sítios... Eu achei isto um absurdo. E se no dia 30 algum(a) anormal tenta me impedir de entrar no meu serviço vai saber quem e' a Breaking the Waves...

E elas la continuavam a dizer o quanto era difícil para elas irem trabalhar, porque estariam a furar a greve e patati patata... mas não podem se dar ao luxo do perder o dia, etc e tal. 

Ferias nao sao autorizadas para esse dia e se estivermos doentes temos de ter justificação do  medico (aqui no UK ate 7 dias não e preciso justificação do medico). Trabalhar a partir de casa também não e' permitido.

Duas das minhas colegas com quem falava são de outra equipa. Sugestão da chefe delas: Organizem visitas o dia todo e não ponham ca' os pés...

Ah! E hoje a minha supervisora disse-me que chefias não tem direito 'a greve.

Eu confesso que fiquei baralhada com isto da greve... e voltei a pensar... na famosa expressão "para inglês ver..." E dou por mim a rir e achar que esta gente não e' boa da cabeça...



* se calhar não e' só da função publica mas eu não sei e muito honestamente não me interessa saber.

Tuesday, 15 November 2011

Nunca

o estado de espírito de alguém me influenciou tanto... diga-se que e' uma simbiose assustadora...

Um dia destes

falo a serio, assim em jeito de confissão de como este pais me desiludiu em termos profissionais. Nunca o expressão "para inglês ver" fez tanto sentido. Um circo, uma fachada, uma palhaçada digna de pais de 3 mundo. Mas hoje e um dia bonito, so' falta um mês para estar outra vez em casa, pelo que não vou perder tempo, nem matar a minha cabeça a falar de coisas tristes.
De hoje a um mês estou em casa. Um dia volto de vez... já desejei menos esse dia...

Falta tão pouco

Acho que ja' podemos contar os dias, não achas?

Wednesday, 9 November 2011

9/11... Attraversiamo

Porque a vida mudou todas as perguntas. Ou talvez tenha apenas dado a resposta a todas as perguntas.
Porque a vida e' muito mais bonita e a felicidade e' genuína, não que não fosse antes, mas agora brilha e e' mais completa.
Porque faz tão mais sentido, porque ha' uma fe' tão grande, uma certeza que não se explica apenas se sente.
Porque na maior das improbabilidades se encontra a maior das certezas.
Porque se caminha na mesma estrada e se esta' disposto a ultrapassar as barreiras, os medos, as incertezas, as inseguranças, as cicatrizes e acima de tudo porque de sorriso aberto se ousa dar um grande salto sem rede :)


Porque Attraversiamo assume agora o seu verdadeiro sentido.

Tuesday, 8 November 2011

Thursday, 3 November 2011

3 anos

Este ano nem dei pela data, lembrei-me umas semanas antes em conversa com alguém, mas no dia esqueci-me.

3 anos que vivo neste Pais! 3 anos que me ensinaram tanto, que me ensinaram sobretudo a dar valor ao que me e' mais importante, a separar o trigo do joio, a dizer não. 

Não me apetece fazer grandes balanços, mas assim de repente o que me apraz dizer, e' que 3 anos depois a língua ja' não devia ser um drama para mim. Mas não, continua a ser uma dor de cabeça, continua a deixar-me extenuada ao fim de um dia de trabalho e continuo a deixar-me frustrada não ter metade da capacidade de expressão que tinha em Português. E isso deixa-me invariavelmente irritada comigo própria.

Não sei onde estarei daqui a 3 anos. Apenas desejo estar feliz :)

Tuesday, 1 November 2011

E ja' chegamos a Novembro :) Me muito happy :)

Monday, 31 October 2011

Incentivo na procura de novo emprego

O meu Director e' um querido. 'E ele o maior impulsionador da minha procura de trabalho. Cada vez que tenho de falar com ele, mesmo que por email, fico com mais vontade de encontrar novo desafio profissional... 

Ver sempre as coisas pelo lado positivo...:P

Sunday, 30 October 2011

Saturday, 29 October 2011

Hora de Inverno



Tenho a dizer que detesto a hora de inverno!

 Sair do trabalho e já ser noite e' deprimente, os dias pequenos, escuros... arghhhhh Em Dezembro já não se sente porque já só se pensa no Natal, mas Novembro?! O pior mês do ano, devíamos passar de Outubro para Dezembro.

Assim com assim, hoje dorme-se uma horinha a mais :)

Não obstante

Continuamos felizes por aqui... 

Tem-se momentos de isolamento, em que só queremos estar sossegados no nosso canto, não se quer falar, apenas silencio. Momentos em que nos fazemos muitas perguntas, em que questionamos a nossa escolhas. Mas nunca e' tarde para mudar de rumo, para virar para a esquerda ou para a direita, para contornar os obstáculos. Momentos que precisamos de silencio...

Mas na essência continuamos felizes, porque o mais importante permanece intacto e protegido das intempéries.


Notinha: Ja' cheira tanto a Natal :))))))))))))))

Tuesday, 25 October 2011

Das coisas que mais me custa e' não poder estar presente na vida daqueles que amo quando eles precisam de mim.

E e' onde eu queria agora estar ao lado para reconfortar, para me erguer e arranjar uma solução milagrosa e engendrar um plano que solucionaria o problema ou quando muito daria alento para continuarem a lutar... 

Custa-me não estar 'a distancia de me meter no carro e ir ao seu encontro e dizer-lhes que vai correr tudo bem. De me exaltar com as injustiças da vida e das pessoas, de sofrer por eles, de lhes tentar tirar um pouco do peso que trazem nos ombros.

Custa-me horrores... e acho que por isso me afastei tanto daqueles que amo, porque me custa horrores estar longe deles e coração que não vê não sente... como se fosse assim tão fácil... 

Monday, 24 October 2011

"Tiro fotografias varias 'a minha amada deitada sobre a relva mas não gosto de ser fotografado. Entre um homem e uma mulher poucos são os sentimentos reciprocos. O sexo e' um antídoto para esquecer isso, que 'as vezes resulta. Eu digo-lhe com o ar mais sensato: "A vida são muitas coisas. O amor e' só uma entre muitas." E ela responde de seguida: "A vida pode mudar muito mais do que se espera, o amor e' o que esta' acima de tudo, tudo altera. Nos teus braços morreria." E fico envergonhado."

Pedro Paixão "Nos teus braços morríamos"

Tuesday, 11 October 2011

Confere :)

"Someday someone will walk into your life and make you realize why it never worked out with anyone else"

Hoje

La' fui para a "team day away" e não falhou... uma total perda de tempo, enfadonho, enfastiante, não se aprendeu nada, não se construiu nada. Do dia só retiro uma valente dor de cabeça e a certeza que há coisas universais, aqui ou em Portugal, a ma gestão de equipas e' a mesma porcaria, muda o cheiro ou seja a língua em que se fala... 

Valeu a ida ao Pub com um grupo restrito no fim do dia; ida esta que foi combinada 'as escondidas com muito secretismo... porque pelos vistos as pessoas se darem bem incomoda alguns e e' motivo para "castigos" tais como mudar de carteira (sim não digo secretaria intencionalmente) como se da escola primaria se tratasse... 
Enfim, esta' mesmo na horinha de me por a andar...  a oportunidade certa chegara'...

Monday, 10 October 2011

Amor e'

Receber mensagens "melosas" e não achar piroso... :)

Coisa do estamine

Estou em casa doente. Uma gripe que me atacou a semana passada. Nada de muito grave, mas que causa bastante desconforto e não deixa o cérebro funcionar a 100%. 

A semana passada arrastei-me todos os dias para o trabalho, mas hoje achei que não o devia fazer e como  mandam as regras 'as 9.10 da manha estava a ligar para o escritório para informar que não estava em condições para ir trabalhar. Alias se bem me lembro do que li das regras para informar que estamos doentes temos de informar assim que o escritório abre, portanto as 9.00 e de preferência falar com a nossa chefia ou outra chefia que esteja disponível. Claro que eu sabia que a probabilidade da minha chefe la' estar 'aquela hora era reduzida, mas isso não e' problema meu. Estava la' a G. que ja' foi minha chefe que como ja' não e' minha chefe não me atendeu o telefone porque estava a chegar ao escritório e disse para eu deixar o meu numero para me ligarem. Informei a administrativa que estava doente e dei o meu numero. 

São 10 da manha e ninguém me disse nada. Tinha marcações com utentes esta manha e tenho um palpite que ninguém desmarcou estas visitas...  responsabilidade deles! Por acaso uma das marcações e' com 1 família que faz reclamações a torto e a direito. Tenho o processo ha' quase um ano e ainda não reclamaram de mim, mas tem dado muito trabalhinho. Espero sinceramente que desta vez se lembrem e facam reclamação, porque qualquer comparação entre este serviço e a republica das bananas não e' alucinação resultado da febre...

Thursday, 6 October 2011

Correndo o risco de parecer um disco partido*

Começo a gostar de ver as decorações natalícias em Outubro (e porque não em Setembro). E' sinal que o Natal esta' a chegar... e isso e' este ano duplamente importante :)))



* Para quem ja' leu semelhante no facebook... eheheheh


Notinha: Este blog esta' ainda mais aborrecido do que ja' estava... mas e' por uma boa causa... la' fora da tela vive-se e sorri-se assim para la' de estupidamente... :)

Monday, 26 September 2011

Sem duvidas

... o puzzle completa-se...

Wednesday, 21 September 2011

De volta

As ferias acabaram e já estou de regresso, mas só fisicamente. O corpo esta' cá, o espírito, a alma, a mente e o coração esses ficaram... 

Fui 'a praia todos os dias sentir e cheirar o mar, fui ao cinema muitas vezes, fui inesperadamente a exposições, comi gelados, dancei ao som do mar e ao luar, vi futebol, ri muito, conduzi sem destino, voltei ao mesmo local onde estive há 23 anos atrás num verão quente.

Como diz a canção... O melhor tempo da minha vida... interrompemos a emissão por umas semanas, prometemos voltar dentro em breve com a mesma intensidade!

Tróia, 18/09/2011

Wednesday, 14 September 2011

Se me tivessem dito que era possível ser feliz assim eu teria respondido de forma cínica que não, que isso era publicidade enganosa... Dou a mão 'a palmatoria... 

'E possível ser-se imensamente feliz. Uma felicidade que não cabe no peito, que se guarda como uma relíquia, um tesouro secreto e único que se guarda com a vida e se protege das intempéries.

Thursday, 8 September 2011

Vou ali ser extraordinariamente feliz...

Não prometo voltar brevemente... :)))))))


Wednesday, 7 September 2011

Quase um mês sem, quase literalmente, passar por aqui! Até que há uns dias recebi uma mensagem sobre o blog e me lembrei "dele"...

Vivem-se tempos conturbados no trabalho que ontem me tiraram a respiração... mas tirando ontem que foi um dia para esquecer, a verdade é que o trabalho é apenas e só o meu meio de sustento. Gosto da minha profissão, atenção! Mas já não é "a minha vida"... Há muito, muito mais para além do meu trabalho muitíssimo mais importante e valioso!

Não obstante, vivem-se essencialmente tempos de muitos sorrisos nos lábios... que nos tem deixado a alma e o coração reconfortado :)) A gente chega lá...

E nos entretantos vamos ali a Lisboa ser felizes... 

Sunday, 14 August 2011

Post sem sentido

Há muito que prometi que não voltaria a agir sem pensar, ponderar reflectir, fazer uma pausa e repetir o processo as vezes que forem necessárias. E é a essa promessa que me seguro!
Também prometi que não voltaria a agir por "más" razões. E é a essa promessa que me seguro! 
Por mais que apeteça dar um chuto no ar e saltar o precipício achando que lá em baixo vai existir uma rede que vai suportar a queda... é que nem sempre existe... :P 



(isto é um post sem sentido... eu sei... mas eu sou uma moça de muitos sentidos! )

Wednesday, 10 August 2011

Ainda sobre a violência dos últimos dias



Eu não sou ingénua, atenção! Mas já li tanto comentário xenófobo, racista, preconceituoso e fundamentado em generalidades e lugares comuns sem consistência que tive de publicar estes 2 excertos.


Revolta-me profundamente que bandalhos tenham destruido vidas, propriedade e lançado o terror numa cidade como Londres! Custa-me muito ler o que li por aí... tanto quanto me revolta aqueles bandalhos, sejam eles subsidio dependentes, trabalhadores, inválidos ou o raio que os parta! Venham eles dos bairros sociais (note-se que os bairros sociais aqui não se distinguem da mesma forma que em Portugal) ou de Chelsea! Não me interessa isso! São bandalhos, criminosos que devem ser punidos sem dó nem piedade!


Eu já disse que a esses os punha num barco sem remos à deriva e os deixava à sua sorte! Era à paulada com direito a trabalho forçado para aprenderem e a seguir dava-lhes mais umas pauladas para não esquecerem! Também digo que não reconheço direitos aos que não respeitam os direitos conquistados ao longo de tantos anos e a custo e que lhes são adquiridos apenas pela sua condição humana! Mas não porque são subsidio dependentes, pretos, amarelos, emigrantes ou porque têm 3 olhos... apenas porque são bandalhos criminosos!!!



Tuesday, 9 August 2011

E no meio disto tudo

o chefe da equipa (aka o anormal) estava a contar qualquer coisa de ontem à noite que tinha estado perto do centro comercial Westfield e que viu polícia mas nem se apercebeu de nada e tal e tal e diz ele "Ah e tal, eu fico sempre desconfortável porque pareço árabe" e olha para nós e diz "quer dizer... eu sou árabe" mas vocês percebem o que eu digo...

Não me contive e larguei a rir à gargalhada... não percebi o que ele queria dizer, mas teve piada como o disse. 

E depois ainda me disse, tu também deves ter problemas de vez em quando porque pareces... mediterrânica... lololol mais uma vez não entendi o que queria dizer... Mas não nunca tive problemas por parecer do Sul ... lol

E a histeria instala-se

Hoje saio de casa a pé até Green Park, ali perto de Totenham Court Road pára ao pé de mim um individuo vestido com um hoddie... "ai a merdinha..." e digo a mim própria "tás tonta ou quê"... as pessoas não se podem deixar levar por este terror!!!
Quando passo na Sloane Square vejo lojas com vidros partidos, nada como o que se viu em Croydon, Ealing ou outros sítios. Mesmo assim é visível o desconforto na cara das pessoas. 

No escritório não se fala de outra coisa! Os utentes recusam ir ao centro de dia porque têm medo de serem assaltados... uma colega foi a um lar ver um utente dela e estavam todos pegados à televisão. As notícias chegam a conta gotas, mas ninguém está totalmente concentrado. Felizmente não tinha serviço externo programado e felizmente não tive nenhuma emergência com nenhum dos meus utentes!

A partir das 2.30 - 3.00 começam a chegar os emails com planos de emergência, primeiro do departamento de habitação social, pelo menos se tiver de ir a um dos bairros sei que tenho lá segurança... contratada para este período e assegurar alguma calma... ou assim se espera.

Depois a Directora de departamento a dizer que para já não há confusões na área, mas em cada equipa as chefias têm o poder de mandar para casa quem achem que pode estar em perigo. O big boss (tiro-lhe o chapéu) mandou todos para casa, ficou ele e mais 2 técnicos e 1 administrativo a assegurar serviços mínimos. Algumas colegas foram de imediato embora porque moram em zonas críticas eu esperei pela minha colega que mora ao pé de mim.

Depois o comunicado do Mayor (acho que é isto que lhe chamam) e fiquei surpreendida porque mesmo em Kensington e Chelsea uma zona considerada muito boa, houve episódios muito feios.

O medo cheira-se no ar... as lojas fecham... a histeria e a paranóia instala-se... Por mais que uma pessoa tente manter-se calma e não entrar na histeria colectiva, não deixo de me sentir preocupada e horrorizada com o que tenho visto na televisão. Graças a Deus moro numa zona relativamente segura, num edifício seguro... Mas o que quer dizer seguro?

Revolta-me as imagens! Dá ganas de espancar essa gente maldita que destrói pelo prazer de destruir por mais nada...


Monday, 8 August 2011

A ferro e fogo

Ouvi sobre os tumultos em Totenham na RFM ontem de manhã., nem tomei muita atenção e nem tive curiosidade de procurar mais informação. Sai de casa e mais tarde, pela hora do almoço, uma amiga em Portugal pergunta-me, no Facebook , se está tudo bem porque as imagens do que se passou eram assustadoras. Respondi que estava tudo bem e que não morava naquela zona. Aí já fiquei com a pulga atrás da orelha e quando comecei a ler na net o que se passava dei-me conta que é muito perto da casa de 2 amigas (que estão bem...) e reconheço a rua onde já tenho ido almoçar a um restaurante Turco (a última vez que almocei lá foi nos meus anos, há 2 meses). 
Fiquei impressionada com as imagens, mas não me surpreendo. Não quero ser injusta, mas acho que por aqui a violência faz parte do dia-a-dia...
Adiante, hoje de manhã comecei a ouvir que houve problemas noutras zonas da cidade, Brixton uma delas. No escritório as colegas dizem prontamente que tinha de ser, que são zonas muito rough, onde a violência é diária. Na hora de almoço li que afinal a posh Kings Road onde eu trabalho também teve uma confusão qualquer (mas confusões nocturnas na Kings Road não são novidade, mas costuma ser os meninos ricos de Chelsea a fazerem das suas...)
Quando regressava a casa, na Russell Square apanhei um grupo de putos encapuçados, provocadores com aquele ar altivo de quem está por cima e pode tudo (grande merda que podem...) a jogarem coisas uns aos outros e à espera que alguém lhes dissesse algo ou olhasse para eles daquela maneira que lhes permitisse acender o rastilho. O meu coração gelou, tinha de passar por eles ou atravessar a estrada à má fila e provavelmente dando a entender que estava a desviar-me. Passei pelo meio deles e acho que nem respirei durante aqueles 30 segundos... 
Tenho estado pegada à televisão e estou horrorizada com o que vejo. Não consigo entender o que vejo, a destruição da propriedade alheia, os gritos de gozo, para quê tudo isto?!? Certamente não tem nada a ver com a morte do jovem na passada semana, pura maldade, puro vandalismo, pura falta de valores humanos, de carácter, de sentido na vida! 
Pobreza? Desemprego? Miséria humana, não tanto física mas moral... Estou em choque total! As imagens de carros a arder, edifícios... há pouco passava aqui na rua uns 3 jovens alegres e felizes a gritarem qualquer coisa do género "we want riots", apeteceu-me atirar-lhes com um martelo... anormais! Idiotas! Bestas! 

Provavelmente esta noite o centro da cidade vai ser infernal e a dois passos daqui. Não que ache que esteja insegura objectivamente falando. Mas tenho um nó na garganta... que sociedade é esta? É numa sociedade destas que quero construir o meu futuro? Não me parece...

Ainda ando por aqui

Mas tenho de confessar que cada vez menos me interessam os blogs e estas coisas internáuticas. Deixou de ter piada.

Ontem abri o Outlook (dou uma vista de olhos nos emails essa raça maldita a exterminar no telemóvel) e sabem quantos estavam acumulados? 200... sim minha gente... 200... só na última semans entre as várias newsletters que recebo relativamente ao social work, muito lixo electrónico estava por lá... 

Tirando o facebook porque mantenho contacto precioso com Portugal e mesmo assim tem alturas que me satura... os mil convites entretanto bloqueados para jogos e mais uma catrefada de aplicações... e os grupos disto daquilo e daquele-outro... Ontem fui incluída num grupo dedicado à moda... eu ,que ligo imenso à coisa... assim no espaço de 30 minutos levei com mil actualizações do dito... passou-me uma nuvem negra pela frente...  e para não ser malcriada e sair do grupo ao qual eu não pedi para entrar  e desliguei as notificações... não há paciência! 

E pensar que já vivi intensamente a Internet, chats, blogs, you name it... eu estava lá! Neste momento, quero viver a minha vida em modo muito mais real e confesso que sinto uma fobia a crescer devagarinho dentre de mim no que toca a esta coisa fabulosa que é a Internet. Eu sei qual é o motivo mas isso são outros quinhentos como se diz na minha terra :)

Sunday, 31 July 2011

Fim de semana

de Sol! 
Passeios com amigos, compras, risos, fotografias, palhaçadas, Somerset House, brunch, picnic de tugas por estas bandas.

Foi um fim de semana cheio de Sol, sorrisos, risos e amizade!

Foi um fim de semana que termina com chave de ouro ao chegar a casa... a vida tem destas coisas... quando e de onde menos se espera... sorrisos mil :)))

Friday, 29 July 2011

E agora algo mais interessante

Este fim de semana disfruta-se dos parques da cidade em modo picnic ou nicpic, como preferirem :)
Porque está Sol e bonito (dizem os senhores do tempo) lá fora e cá dentro porque mesmo com todas as chatices laborais, não me arrancam o sorriso dos lábios :))

Bom fim de semana!


Thursday, 28 July 2011

Por mais errado que possa parecer

Recusei ir fazer o tal do PQ... e por mais estranho e errado* que possa parecer fui honesta e disse porque não me candidatava. Disse à minha supervisora que não posso ficar numa equipa onde o bem estar não é respeitado... disse-o em contexto de supervisão e com a expressa declaração que não queria que esta conversa fosse transmitida aos restantes supervisores e director da equipa... se ela o vai respeitar não sei... provavelmente não...  logo se verá!


* De qualquer forma sei que durmo tranquila por ter sido eu própria, mesmo que isso me possa prejudicar...

Wednesday, 27 July 2011

Faz-me falta o mar... o cheiro a mar... o doce som do mar... fazem-em falta os cheiros... os sons familiares... O sol na minha pele... conduzir pela estrada fora sem destino... as esplanadas... a luz... faz-me falta... 


E ao fim de algum tempo dou-me conta que passei a dar valor a pequenas coisas... sorrio e saboreio cada momento, mesmo que escasso, porque sei que afinal é isso que importa e é essa memória que me faz sorrir quando acordo e quando na rua as pessoas correm aceleradas e desviam o olhar. E é isso que me dá alento nos dias menos bons... E é quando sinto falta que sei que assinei o acordo de paz... porque o tempo e a distância suavizam e relativizam tudo...

Do contra

A minha supervisora hoje disse-me de fugida que eu lhe tinha de dar, o quanto antes, a ficha de inscrição para o PQ (uma espécie de especialidade cá do sítio, que normalmente é patrocinada pela entidade empregadora)... fiquei a olhar feita parva para ela. 

Há tempos tivemos uma sessão de esclarecimento com o responsável de uma Universidade que desenvolve o programa e a responsável interna pela formação pós graduada dos Assistentes Sociais. Eu até estava (estou) toda entusiasmada para iniciar a especialidade... Mas, vi tanta gente a dizer que ia submeter candidatura que pensei... vai dar confusão e o big boss (AKA o anormaleco, ou a besta... como queiram) vai fazer fita. E como não quero ficar ali resolvi nem me candidatar (honestamente quanto menos tiver que falar com ele, melhor).

E ela hoje diz-me aquilo e eu fiquei sem resposta. Ela lá me esclareceu que só vão autorizar 2 pessoas a ir e eu sou uma delas... palpita-me que se eu tivesse feito muita força para ir, não teria a mesma sorte. E amanhã tenho supervisão e não sei se lhe diga que não quero fazer ou se me inscreva e depois logo se vê... 

Sunday, 24 July 2011

Sobre a Amy Whinehouse

Não segui particularmente a sua carreira e sei pouco dela. Não leio revistas cor de rosa nem tablóides e pouca televisão vejo. Reconheço-lhe a voz potente e as letras que marcam. Reconheço-lhe a vida marcada por excessos, a alma desassossegada e conturbada. Em suma, não me aquecia nem me arrefecia, muito honestamente. 
Por isso não choro a sua morte, mas respeito a dor da sua família e amigos e dos fãs. Mas não deixo de pensar que uma morte assim aos 27 anos, com tanto para se viver, sentir, dar e receber é um desperdício, é uma fatalidade, é um absurdo.
Ontem quando me apercebi da sua morte, li alguns comentários por esse mundo virtual que me deixaram boquiaberta... a comparação com os acontecimentos na Noruega é para mim incompreensível. Não entendo de todo! São totalmente distintos e achar que um é mais ou menos importante?! Não entendo!
Sei muito pouco de adições - até sei algumas coisas, mas não é área que me agrade particularmente - mas pelo amor de Deus, não se trata de uma escolha... a coisa é bem mais complexa! Alguém escolhe ser doente?!? Sim porque estamos a falar de uma doença!! Não quero entrar em discussões sobre esta matéria... apenas quero dizer que me choca como julgamos as pessoas, como somos tão superiores, como somos intocáveis... Ah e tal a escolha foi dela com a vidinha que levava... ah e tal... não, não é tão simples assim... Se fosse simples já teria sido totalmente erradicada!!!

Que descanse em paz e que finalmente sossegue a alma é o que lhe desejo! 

Sobre a Noruega

Não há palavras para descrever o que se passou na Noruega. O meu silêncio e respeito pelas pessoas que perderam a vida, seus familiares e amigos. O meu respeito por uma nação que chora os seus...

Acto de terrorismo ou tresloucado, não tem justificação... Jamais entenderei o que faz alguém matar a sangue frio, seja qual for o seu motivo. 

Tuesday, 19 July 2011

O tempo e a distância suavizam e relativizam tudo, absolutamente tudo!

Monday, 18 July 2011

Ups

Afinal disse... mas não são Todos os bifes na bifolândia... primeiro é uma realidade muito pequena a que conheço... mas não deixo de me irritar... 

Para não contrariar o post que escrevi em baixo

Hoje não vou escrever como por vezes me irritam profundamente os bifes...

Pronto, pronto, não são os bifes... é esta insensibilidade que me deixa doida e com vontade de bater! É a produção em linha, qual filme do Charlot, que não faz pensar e reflectir! É esta coisa do "cover my back side no matter what!" e o resto é paisagem... arghhhhhhh É a burocracia elevada a mil... É a insensibilidade, meu Deus, a insensibilidade!!!!!

Dá-me ganas de dar uns tabefes....

Não são os bifes... é esta sociedade cega, mecânica, oca e bacoca!!!!

Sunday, 17 July 2011

O todo pela parte

As pessoas* têm este incrível hábito de conhecer uma ínfima parte de um todo e afirmar que o todo é aquilo que elas conhecem. E aqui começam preconceitos e distorções perigosas da realidade. Afirmar que todos os ciganos roubam e vendem contrafeito só porque se viu na televisão. Afirmar que as pessoas de leste são bêbados porque qualquer coisa que se viu ou ouviu. E fazê-lo em relação a determinadas características de uma comunidade não trás nada de bom a ninguém. Eu dispenso quando me dizem que por ser latina (tenho alguma dificuldade de entender isto de ser latina) danço bem a zumba ou qualquer outra dança sensual. Treta! 
Dizer que os beneficiários do RSI (ou para os ingleses os que vivem de benefits) são todos uns malandros é no mínimo ignorância pura e dura. Tal como dizer que os políticos são todos corruptos, ou que as brasileiras são todas fáceis. Tal como dizer que em Portugal não há crise porque há muitos carros bons ou as viagens estão todas esgotadas, ou se vê muita gente aqui e ali...

Eu conheço, todos conhecemos exemplos que confirmam qualquer das afirmações. No entanto, se pensarmos 30 segundos encontramos outros tantos exemplos a confirmar o contrário...  isto das generalizações é perigoso e prova muitas vezes o quão ignorantes somos... e sim também me incluo, pois também eu tenho os meus preconceitos e ideias feitas... mas reconheço o disparate e estou de mente aberta para me provar que estou errada. E tu??


 (e faço mea culpa, porque também eu o faço muitas vezes sem pensar)

Friday, 15 July 2011

Porque odeio tanto falar por email

Porque 80% do meu dia-a-dia é passado frente a um computador e tudo, mas tudo passa pelo email. Todo o trabalho é distribuído por email, todos os recados e mensagens se transmitem-me por email. Já não há o post it deixado na secretária a dizer que a pessoa X ligou, o trabalho concluído é enviado por email e aprovado por um click que na volta dá a indicação que está concluído ou se precisa de alterações.

Não é tudo por email! A colega que está na sala ao lado e que me quer perguntar se quero ir almoçar que faz? Envia email... A chefe que está na sala ao lado e me quer dizer alguma coisa em relação àquele relatório, que faz? Envia email... O big boss da equipa (que a propósito voltou de 3 semanas de férias para, claro está, azucrinar o juízo a toda a gente) entope de emails uns mais úteis que outros, uns repetidos em cascata... O colega que quer chamar a atenção para uma m* que não tem interesse absolutamente nenhum manda email para toda a gente e a seguir continua-se a receber em cascata respostas ainda mais desinteressantes que outras.... Era capaz de ficar aqui a descrever os mil emails que recebo (e recebem todos) diariamente...

Este é o motivo que odeio comunicar-me com amigos por email! E é por isso que respondo com duas sentenças, quando respondo. De vez em quando lá me inspiro e escrevo... mas é mais ou menos quando o rei faz anos! 

Desde quando é que deixámos de telefonar quando queremos dizer alguma coisa? São email, mensagens os What's Up as mensagens no facebook para toda a gente e depois lá recebemos as respostas de toda a gente... As mensagens de telemóvel eu ainda as suporto, porque são curtas com questões breves... Mas de resto confesso que me sobe uns calores... mas o que eu odeio mesmo são os emails... é como se ainda estivesse no trabalho... 

Claro está que para quem está longe o email é precioso... e esses eu vou tolerando... embora responda pouco... prefiro "pegar no telefone" (que é como quem diz VoipCheap ou Skype) e falar com as pessoas. 

Definitivamente, comunicar desta forma só mesmo se não tiver alternativa! 

Tuesday, 12 July 2011

Constatações

Este mundo não é para velhos!!

Monday, 11 July 2011

2

2 meses! 8 semanas!

Eu sei... pode não parecer muito normal... E eu estou-me nas tintas para o que parece... e também me estou nas tintas para o que pensam... porque só quem está no convento é que sabe  que lá vai dentro... e tudo o resto são ruídos de fundo... :))

Sunday, 10 July 2011

Dia de mercado

Domingo, dia de mercado. 
Comprou-se sumo natural de morango e uma taça enorme de fruta para o almoço e deambulou-se por ali. Os cheiros das comidas de todo o mundo são extraordinários, as gentes de todo o mundo, as cores, as velharias, as jóias feitas à mão e os souvenirs alguns de gosto duvidoso... as roupas os chapéus... um excelente Domingo saboreado com um grande sorriso :))) 

Saturday, 9 July 2011

Friday, 8 July 2011

E depois há destes dias

Hoje de tarde recebi um email em que o familiar de um utente meu pedia para ser transferido para outra Assistente Social. 
Há mais de um mês que ando a ligar para o utente para marcar visita pois temos de rever o processo dele (obrigatório a cada 6 meses) e ele népia. Hoje de manhã enviei-lhe uma cartinha a marcar a visita. De tarde recebo o email do familiar a justificar o porquê do atraso na marcação da revisão do processo... Amanhã quando receber a carta vai fazer outra queixa... azar!!
Qual não é o meu espanto que o tal familiar acrescenta que quer mudar de Assistente Social porque lidaram comigo no passado no caso de outro familiar e que perderam a confiança em mim... WTF... Claro que identifiquei de imediato o familiar, embora não fizesse a mínima ideia que era família e WTF nunca tive qualquer contacto com este individuo que enviou o email e mais o processo foi transferido porque implicava procedimentos que eu ainda não podia fazer e mais... fui eu que resolvi uma merda de um berbicacho que se arrastava há mais de um ano... 
Fui perguntar a uma colega que entretanto teve o tal caso e rapidamente percebemos que o indivíduo estava a confundir-me com outra colega que teve o processo depois de mim e de quem eles reclamaram... WTF
Eu sabia que era uma família complicada mas no curto espaço de tempo que tive o processo não tivemos qualquer problema...
Reencaminhei o email para a chefe de serviço hoje já que a minha supervisora não estava e ela simplesmente transferiu o processo para outra colega com um email ao indivíduo a dizer "obrigada pelo seu email... transferimos o processo". Ainda lhe perguntei se lhe ia dizer que estava enganado na pessoa que estava a recusar e a levantar falsas insinuações quanto à sua prática profissional. Resposta dela: Não leves isto como ataque pessoal e não lhe vou dizer nada porque isso é abrir diálogo que não me interessa, dou-lhe o que ele quer que é outra assistente social".
Fiquei danada!!! Não preciso que andei comigo ao colo, mas caramba esta gente levanta insinuações diz o que quer quando não gosta dos técnicos e o que é que levam em troca? Uma palmadinha nas costas... E isto acontece todos os dias, sempre que um utente resolve dizer um disparate qualquer... e isto acontece frequentemente... já recebi vários processos porque utentes não gostaram de colegas por isto ou por aquilo (normalmente porque não tiveram o que quiseram...) e normalmente de colegas muito boas! E isto deixa-me danada! Mas furiosa mesmo!!
E depois oiço o viro o disco e toca o mesmo... Ah e tal somos uma "local authority" especial... ah e tal somos muito ricos e privilegiados e muito generosos e tal... noutra LA os utentes não tinham metade... nem diziam nem metade segundo consta.... Palhaçada!!!!!!

Wednesday, 6 July 2011

Por vezes assusto-me com a intensidade com que vivo as coisas, é tudo ou nada, uma tempestade tropical de emoções e sensações que quando vai embora deixa rasto atrás de si... Isto não é necessariamente bom e consome...

Saturday, 25 June 2011

A vida prega-nos partidas

umas melhores que outras!

E depois ha' aquelas deliciosas, que nos fazem sorrir ate' quando estamos a dormir... Que nos fazem andar nas nuvens... Que nos fazem relativizar uma infinidade de coisas... Que nos fazem tao bem... mesmo que saibamos que podem nao durar, sao partidas que nos permitem Acreditar, que nos suavizam os gestos e aquecem o coracao!

Friday, 24 June 2011

Apesar de tudo valeu a pena

Nao fiquei com a vaga no novo servico. 
Em verdade, nao fiz grande preparacao para a entrevista porque nao estava certa se quereria o lugar. Estive ate a ultima hora para dizer que nao ia a entrevista, mas como era com o service manager, nao tive coragem de dizer "ah e tal, afinal nao sei se quero". La fui, estava um bocadinho nervosa e so pensava que nao podia fazer ma figura pois que estava em frente do T. Sai com a nocao de que nao tinha feito ma figura, mas com a nocao de que nao tinha sido a minha melhor entrevista.
Hoje de manha o T. ligou-me e confirmou que nao tinha ficado com a vaga, mas qual nao foi o meu espanto quando ele me disse que tinha ficado claramente impressionado comigo (nunca tive grande contacto com ele antes) e que eu tinha sido brilhante na maioria das questoes. A diferenca entre mim e a minha colega que ficou com o lugar foi minima.
O feedback dele deu-me uma confianca enorme... o anormal do director da minha equipa veio depois falar comigo e dizer-me que eu era a melhor candidata blablabla e eu ironicamente sorri e pensei lembrar-lhe o que ele me tinha dito quando o informei que ia concorrer (disse-me que nao tinha hipoteses nenhumas), mas achei que  ele nao merece sequer que lhe de essa importancia!!

E parabens a minha colega, acho que a vaga fica muito bem preenchida. E parabens a mim que mais uma vez provei que sou capaz!


Friday, 17 June 2011

Sabes que cresceste quando ao fim de 30 segundos poes de lado aqui que outrora te faria abrir guerra e leva-la ate ao fim, no matter what.
Sabes que tens razao, nao obstante, sabes que a vida tem algo muito mais importante para viver e sentir.

Thursday, 16 June 2011

Os meus livros de cabeceira*


Eu sei... eu sou uma rapariga estranha... :-)

* Estou aqui na dúvida se a expressão está correcta... ah! as maravilhas da emigração....

Tuesday, 14 June 2011

Constatação

Chefias são iguais em todo a parte do mundo! E eu sou chefiada por uma besta quadrada (aliás esdrúxula) cuja fonte de prazer é tão e somente, contrariar, desdizer, maltratar, desrespeitar e mais umas coisitas. 

Fosse para o raio que o parta!!!! 

A boa noticia é que aqui ainda se muda de emprego com alguma facilidade... e a minha procura começou oficialmente! 

A outra boa notícia é que continuo bem disposta!

Monday, 13 June 2011

Observações matinais

As mulheres por aqui arranjam-se mais, maquilham-se mais (muito mais) e dá-me ideia que compram muito mais roupa e produtos de beleza. Provavelmente o factor preço ajuda muito, pois mesmo a baixo custo é fácil comprar o último grito da moda. Mesmo que a qualidade seja menor* é possível! E é ver as mulheres altamente produzidas por essas ruas, seja a qualquer hora do dia ou da noite (mesmo que seja uma produção duvidosa... eheheh).
Agora há uma coisa que me surpreende... então e as unhas minha gente?? E o cabelo?? 
É muito comum ver as mulheres todas aperaltadas e depois com o verniz de 3 quinze dias a saltar. Não entendo, mesmo...
E quanto ao cabelinho... não são raras as vezes que no metro dou por mim a observar os remoinhos como se tivessem acabado de sair da caminha. Já para não falar da falta de champô... 

E pronto, como a minha viagem de metro é muito curtinha não consigo dedicar-me à leitura... dedico-me à observação da fauna :P



* passível de discussão...

Sunday, 12 June 2011

Acho curioso aquelas pessoas que fazem m* e agem como se tivessem sido vítimas. Get a life!!

Monday, 6 June 2011

Só para dizer que


A propósito de um post de uma querida amiga... 

Pode chover lá fora, mas aqui dento está um Sol Primaveril, lindo, brilhante mas sem encadear. Daqueles que fazem sorrir de manhã à noite por mias tolo que pareça. Até pode ser de pouca dura, mas enquanto dura aquece e reconforta :))

E pronto era isto... 

Sunday, 29 May 2011

Em Setembro volto a Lisboa. Nunca mais chega Setembro :P

Friday, 27 May 2011

Gosto muito, mas muito mesmo, de pessoas simples, sem pedantismos, sem falsas modéstia. Pessoas simples no sentimento, ainda que possam ser complexas no ser e no pensar.
São as minhas heroínas!

Depois há aquelas que se auto intitulam tudo isso e mais alguma coisa, mas começas a destapar o véu e sorris... e ignoras, porque é a única coisa inteligente a fazer.

Tuesday, 24 May 2011

Hoje, ou antes ontem, entre muitas mensagens de parabens recebi uma que por instantes me deixou irritada. Resolvi nao responder no meu dia de anos porque sabia que iria gerar troca de mensagens idiotas.
A noite ja vai longa e eu com insonia resolvi comecar a responder as mensagens.
Que fiz 'a dita? Delete.... que ha' coisas que nao merecem resposta! Get a life...

Monday, 23 May 2011

Happy Birthday to me :)

imagem da net



Que seja um ano feliz, com saúde e que a minha família e os meus amigos estejam aqui (mesmo que há distância de uma viagem de avião) para partilhar comigo a minha vida. Porque é isto que se leva, a amizade, o amor e o carinho daqueles que são importantes na nossa vida .E eu tenho a felicidade de ter pessoas maravilhosas a partilharem a minha vida!


Saturday, 21 May 2011

Um amigo também ele Assistente Social perguntou-me se a profissão era melhor aqui em Inglaterra ou em Portugal. Não fui capaz de responder, são realidades tão diferentes que não me consigo decidir. Apesar de tudo, prefiro trabalhar em Inglaterra, mas não significa que considere que que aqui seja melhor.
Quando em Portugal me falam da subsídio-dependência e dos malandros do RSI (Rendimento Social de Inserção) dá-me vontade de rir. Em Portugal são uns cordeirinhos em relação a terras de Sua Majestade*. Colocar as coisas em perspectiva tem vantagens.

* Nota de rodapé: Sou totalmente contra em ambos os Países e sei bem o que fazia a essas dependências malandras.

De ressaca

das férias... E só olho para o calendário a ver quando parto outra vez... e só penso... que estou eu aqui a fazer...

É, isto é mesmo a ressaca das férias... não que esteja a custar horrores... mas custa a voltar ao ritmo e a fazer sentido. Tanto mais que se precisa de dar uma volta e redefinir algumas coisitas... ai!!! 

Já era hora de encontrar caminho não era? Sabem aquela sensação de que não se está completo? Pois é essa mesma..

Friday, 20 May 2011

Já se comprava um tradutor instantâneo não?


Estava eu em Heathrow, na zona do check in para deixar a mala e de repente oiço uma rapariga dizer para uma funcionária COM-PRAR BI-LHE-TE. E repetia a mesma coisa, alto e em bom som e vagarosamente para que a rapariga percebesse. 

Confesso que por instinto agi e traduzi para a funcionária o que a rapariga queria. A funcionária, que não devia muito à simpatia, olhou para mim e esperou que eu continuasse o serviço, ou seja, informasse a moça onde se dirigir para comprar o bilhete de avião. A rapariga ficou muito aliviada, chamou o companheiro de viagem (que sabia tanto de inglês quanto ela) e começou logo a reclamar que era inadmissível que num aeroporto daqueles e numa cidade destas que os funcionários não soubessem falar Português... lololol Eu nem respondi... desejei boa viagem e andei dali para fora.
 
O que eu achei hilariante foi a rapariga soletrar a frase "comprar bilhete" num tom de voz acima da média, como se isso fizesse com que a interlocutora milagrosamente entendesse Português.É  que comprar bilhete nem sequer se assemelha a buy ticket... ehehehehehehe o que eu me ri depois...

Não vou tecer considerações sobre as competências linguísticas dos funcionários dos aeroportos. Mas não deixo de achar curioso que alguém que viaja e não sabendo a língua não se lembre ao menos de comprar um daqueles livrinhos com traduções básicas que são tão úteis em alturas como estas. Ao contrário acha inadmissível que não a entendam... lol

Wednesday, 18 May 2011


O tempo nao foi muito, mas deu para dar umas voltinhas. Sexta-feira depois da visita obrigatoria ao meu cabeleireiro (lol) segui para o Rossio para tomar cafe com uma querida amiga. O dia estava fabuloso e passeamos ate' ao Terreiro do Paco. Lisboa esta' mais bonita... ou terao sido os meus olhos! Gostei do Terreiro do Paco sem tapumes e sem obras!
Sabado rumei ate' 'a bela Vila de Sintra para passar o dia com a familia. As minhas primitas estao um espectaculo! E ja' dizem que vao comigo para a Inglaterra.
Domingo dia de piquenique e de reencontros deliciosos.
Segunda-feira fui ver o mar :))) Oh que saudades daquele cheiro e daquela cor!! Dia passado com minha grande amiga e mais tarde brincadeira com a sua princesa rabina :P
Segue-se jantar com amigo, caracois, imperiais e acorda de marisco :) Muito riso, muita gargalhada... A noite comecou com um temporal com direito a raios e coriscos como ha' muito nao via!
Terca-feira dia de descansar um pouco e fim de tarde de caracois e imperiais e muita conversa!!
Pelo meio, muitas horas de conversa e mimo com a progenitora :))

Foram dias cheios! Lindos!!

E agora regressamos a Londres, onde tambem e' home sweet home...

Tuesday, 17 May 2011

Vou de coracao tao cheio de sorrisos

 Hoje almocei com uma das minhas melhores amigas. Ja' nosconhecemos ha' pelo menos 20 anos (diria que perto de 25) Passamos por muita coisa junta, temos uma vida de historias, acontecimentos e peripecias juntas que gostamos de relembrar a cada vez que nos juntamos. E eu faco questao de reservar um dia sempre que venho a Portugal para estar com ela. Sabe sempre a muito pouco, mas sabe sempre tao bem.

Hoje jantei com um grande grande amigo, irmao, companheiro de risos, gargalhadas, copos, conversas serias, reflexoes sobre a vida. O meu amigo M. levava-me a casa todas as noites de verao e ficavamos horas a falar de tudo e de nada. Eramos o Roque e a amiga. Ouvi-o horas e horas a falar da sua apaixonada e fiz (eu e mais uns amigos) tudo para os juntar mesmo achando que ele merecia muito mais. Assisti ao casamento deles, conheci-lhe as filhas. Recentemente soube da inevitavel separacao. Ele como hoje me dizia a rir servia-me para tudo, 'a distancia de uma palavra la' vinha ele em meu "socorro". Tinhamos perdido o rasto um do outro, mas o facebook tem destas coisas e promove reencontros. Hoje rimos como se nao nos tivessemos separado durante estes anos todos. O meu amigo M. cresceu tanto... mas continua o meu M. So' eu e' que lhe chamo assim porque o nome dele e' C. mas eu trato-o pelo apelido. O meu Amigo M. esta' grande e embora se tenha perdido durante um tempo, continua o meu M. simples e humilde. E hoje demos valentes gargalhadas a relembrar os velhos tempos e a disparatar como sempre fizemos.

Ontem fui 'a Missa, 'a Igreja onde sempre fui, onde frequentei um grupo de jovens. Depois fizemos um piquenique. Ontem emocionei-me a rever tanta gente que fez parte do inicio da minha adolescencia. Ontem reencontrei-me! Reencontrei as minhas origens!  Ontem senti que pertencia a algum sitio. Ontem emocionei-me a abracar os meus amigos, emocionei-me com tanto carinho. Confesso que pensava que muitos ja nao se lembravam de mim. Mas eu sou e continuarei a ser a menina do grupo porque era a mais novinha, a mais timida. Foi fantastico conhecer-lhes as familias, os filhos reencontrar as maes e os pais (sim porque alguns fizeram questao de aparecer para nos rever). Este grupo foi muito importante na minha formacao como pessoa, foi aqui que escolhi a minha profissao, foi aqui que tive o meu primeiro namorado e as paixonetas seguintes (lol). Foi aqui que lidei pela primeira vez com coisas menos boas... que fazem parte da vida e que me fizeram crescer (tinha 16 anos quando morreu um dos do grupo num acidente e isto marcou-me para a vida, tive amigos que se perderam para a maldita droga... etc) E ontem entre tantos revi 2 amigos que estiveram muito mal mas que recontruiram as suas vidas e eu estou tao feliz por sentir que estao bem. E ontem tive um dia tao feliz!



E vou regressar com o coracao tao cheio de sorrisos :))

Como escrevi ontem, estas ferias estao a ser de longe as melhores dos ultimos tempos e eu tenho o coracao cheio de sorrisos!!

Sunday, 15 May 2011

Ferias

Estas estao a ser talvez das melhores ferias que tive nos ultimos tempos! E tenho o coracao tao cheio de carinho e amor :)

Wednesday, 11 May 2011

A 24h de rumar a Lisboa para uma merecida pausa! Oh joy... E e' desta que vou matar saudades de caracois (entre outras coisitas) e vou mimar muito a minha gente :))) saudades.......

Tuesday, 3 May 2011

E a poucas horas

de regressar ao trabalho ja' estou com os niveis de ansiedade a subir ligeiramente.

Foram 4 dias foras, serao concerteza muitos, muitos emails para ler, responder e agir.

A juntar o facto de que a minha nova supervisora (mudaram-me de supervisora quando mudei de funcoes) me tira do serio, nao me da qualquer tipo de apoio. Ela para falar esta' sempre pronta mas infelizmente de trabalho sabe muito pouco e tambem nao quer saber. Nao tem visao, nao sabe do que esta' a falar e e' muitissimo irresponsavel. Despacha o trabalho em 3 tempos e em diversas ocasioes ja tive a prova que ela nao le o que despacha. Uma coisa e' garantida, se tenho o azar de um processo meu dar buraco e ela o ter assinado sem ler, vamos ter m*...

Eu estava tao bem com a anterior supervisora! Era muito mais exigente, nao deixava passar nada, nadinha que pudesse vir a dar problemas. Mas eu aprendia tao mais com ela! E sabia o que andava a fazer! Com esta, ando tipo barata tonta, nunca sei muito bem se estou a fazer o que devo e como mudei de funcoes ha' imensas coisas que sao novas para mim.

E isto tem-me criado imensas angustias e uma vontade enorme de mudar de emprego e mandar aquela gente para a outra margem. Mas eu sei que as coisas nao se resolvem assim. E fugir aos problemas nao resolve absolutamente nada, virar costas ou enfiar a cabeca na areia nao e' solucao nem nunca foi e eu sou perita em virar costas quando as coisas nao me agradam. E isto e' algo que eu tenho de aprender a lidar...

Monday, 2 May 2011

Amanha

Regressa-se ao trabalho depois de um longo fim de semana de 4 dias!

Tal como grande maioria eu podia-me habituar a estas semanas. Pronto, ok! Bastavam 3 dias de fim de semana que eu ja nao me importava. Quando for grande quero conseguir fazer este horario, trabalhar 4 dias. Ate' la' tenho muito trabalho pela frente, muita persistencia e que engolir uns quantos sapos, aprender muita coisa e mudar muita coisa na minha relacao com o trabalho e com os outros.
E acho que estou a aprender. Para comecar, nao estou a largar a fugir quando algo nao me agrada. Bem que me apetece, mas desta vez nao o vou fazer. Desta vez vou fazer o que parece mais adequado.

Saturday, 30 April 2011

Nao podia deixar de falar disto

O principe e a sua princesa casaram ontem!
Ela estava linda, mas o contrario nao seria de esperar, porque no seu estilo discreto e' uma mulher lindissima e elegante.Ele e' um miudo girissimo e estava (ou assim parecia) absolutamtente apaixonado e deslumbrado (aqui gosto do deslumbramento) pela sua noiva e agora esposa.
O Pais parou para os ver. Londres encheu-se de gente, bandeiras do UK e sorrisos!
Eu pirei-me do centro ainda na Quinta-Feira, que isto de muita gente causa-me claustrofobia e dada a proximidade com o evento achei que nada como rumar ao Sul e ficar por casa de queridos amigos.
Vimos o casamento, conversamos muito como seria de esperar e passeamos pelo centro da cidade. Um excelente inicio de fim de semana. 
Amanha passeia-se com outros amigos e vai-se ver ver uma exposicao no museu da cidade. 
E o melhor disto tudo (ou tao bom como isto tudo) e' que segunda ainda sera' fim de semana, pois temos feriado por ca. 
Para quem esta em Portugal, nao se ponha ja a dizer que maravilha, feriados e' coisa que nao abunda por terras de sua Magestade. Mas este ano feliz coincidencia fez com que a Pascoa, o casamento real e o tradicional feriado de Maio fossem tao proximos. E a malta agradece :)) 

Wednesday, 20 April 2011

Estou


Exausta!!

Mas mesmo muito, muito exausta!

E dormir mal nao ajuda em nada.

E o excesso de trabalho nao ajuda em absolutamente nada! E o stress da natureza do trabalho esta' a deixar-me de rastos... E a besta quadrada que tenho agora como supervisora so' piora!

E fisicamente nao me estou a aguentar como aguentava ate' agora. E o meu corpo esta' a reagir aos movimentos repetitivos de estar pelo menos 7 horas em frente a um computador e ao telefone e tenho dores horriveis de coluna!

E nestes dias so me apetece gritar com toda a gente e virar costas.

:((

Preciso urgentemente de dar a volta por cima... e' urgente faze-lo!


Mas ha' boas noticias! Fim de semana de 4 dias :)) Este e o proximo :))

Tuesday, 19 April 2011

Confesso

que isto de falar, ouvir, pensar, escrever, reflectir, analisar tudo em ingles me faz ainda confusao. Nao consigo passar de uma lingua para a outra num piscar de olhos. Nao sao raras as vezes que me viro para uma colega e comeco uma frase em Portugues, vejo-lhe o olhar estranho e largamos as duas a rir. Tambem nao sao raras as vezes que a falar em Portugues so me lembro das palavras em Ingles.

E recordo-me do gozo que era ouvir emigrantes a falar e a critica por nao falarem Portugues e por misturarem as linguas.

Pois isto nao e' um botaozinho que liga e desliga. Pelo menos nao o e' para mim. Nao vejo televisao portuguesa, nao leio jornais nem livros em portugues. 90% - 95% do meu tempo e' noutra lingua. Em portugues ficam-me as conversas telefonicas, os emails e as conversas com os amigos tugas em terras inglesas. O resultado as vezes e' confuso, mas ainda me diverte... um dia destes vou recomecar a ler na minha lingua que ja' vou sentindo falta (mas televisao, nao obrigadinha :P)

Monday, 18 April 2011

Só sei que nada sei

Curioso como temos sempre tanto para opinar quando toca a vida dos outros! Sabemos sempre tudo, como é, como deve ser, como não deve ser. Pena é que quando toca a nossa vida não tenhamos assim tantas certezas ou como somos tão senhores da verdade não a apliquemos de modo a não errar, ou a fazer asneira.

Curioso como sabemos sempre tudo, somos sempre detentores da verdade una e incontestável!

Lamento (ou não), mas a não ser que seja afirmar que madeira é madeira e ferro é ferro, não tenho assim tantas certezas. E mesmo assim, olha lá, um dia destes aparece um iluminado qualquer que prova por A+B que a madeira é ferro e o ferro afinal é madeira.

O meu modelo de vida, os meus princípios valores, aquilo que eu considero correcto, adequado ou possível em determinadas circunstâncias não é de todo A única e exclusiva verdade, a luz iluminadora e esclarecedora! Se assim fosse estava rica porque venderia a patente e o mundo seria melhor, ou não!

O que eu considero importante, para os outros não importa ou simplesmente não funciona. Porque as pessoas são diferentes, vêm e lêem o mundo e os acontecimentos de forma subjectiva. A minha forma de estar na vida não fará sentido a muitos como muitas formas de estar na vida não me fazem sentido a mim mesma. E sabem que mais? Isso não faz mal a ninguém!

Saturday, 16 April 2011

Conversas soltas

Elas conversavam no autocarro*.

Ela1: E depois ele fez isto e eu disse aqui e fiz nao sei  que...
Ela2: Mas porque e que fizeste?
Ela1: Porque ele fez aquilo e bla bla bla... eu sei que nao fiz bem... mas... bla bla bla... (e dava uma longa explicacao para as suas atitudes)
Ela2: Achas que estavas com ciumes....?
Ela1: Nao.... pois se calhar estou... se calhar...
E riram-se as duas....


E sorri eu... A facilidade com que 'a distancia os outros analisam aquilo que os proprios nao conseguem ver... :)


* eu nao sou alcoviteira... mas era impossivel nao ouvir. lol

Step by Step

E' aquilo que se precisa...

Thursday, 14 April 2011

Pus-me a fazer contas

E dei por mim a realizar* que deixei de fumar vai fazer 5 anos!!
Minha gente, isto sao muitos anos, muitos dias sem cigarros. Isto, minha gente e' um feito extraordinario que nem eu propria acreditava ser possivel.
Fui fumadora compulsiva e profundamente dependente. Va' tiremos o profundamente... e digamos... razoavelmente... quer dizer fiz uns testes na consulta do tabagismo que deu um resultado interessante (e nao inesperado de todo) fisica moderadamente dependente e psicologicamente muito dependente.
O cigarro foi a minha muleta, a minha tabua de salvacao, a minha distracao, o meu ansiolitico e anti-depressivo, o meu guilty pleasure. Eu sei... foi meu e foi/e' de muitos milhares, esse vendido que se enrola com toda gente...
Um dia sem aviso previo deixei-o! Senti-lhe a falta mas nao olhei para tras... ja' tinha feito umas ameacas verbais que um dia fartava-me e virava costas. Mas, nao tinham passado de palavras ao vento, ameacas ocas sem grande vontade de cumprir.
Em 5 anos aranjei-lhe muitos sucessores. Nenhum tao nocivo e toxico, mas nenhum profundamente saudavel. As ameacas de abandonar esses sucedaneos sao constantes, mas entretanto passaram 5 anos. Um dia sem aviso previo, chego la'... sem nicotinas e sem substitutos. Por que eu sou gaja para isso :)
Ate' la' palminhas para mim que deixei de fumar vai para 5 aninhos :) 



*dar-me conta... in dicionario do emigrante lol

Wednesday, 13 April 2011

A long long time ago perdi-me! E eu que sou tao organizada e arrumada que sei sempre onde esta tudo!
Embora pense muitas vezes que tenho comigo o mapa certo, invariavelmente volto ao mesmo cruzamento que me tirou o chao e o sossego.
Um dia destes finto-te e saio dessa encruzilhada... hoje ainda nao foi esse dia... :)
"(...) You gotta learn how to let go, Groceries. Otherwise, you're gonna make yourself sick. Never gonna have a good night's sleep again. You'll just toss and turn forever, beating' on yourself for being such a fiasco in life. What's wrong with me? How come I screw up all my relationships? Why am I such a failure? Lemme guess - that's probably what you were up all hours doin'to yourself again last night (...)"
                                                                       Eat, Pray, Love

Curioso como um livro que no seu todo nao me prendeu extraordiamente, tem passagens 'as quais volto com frequencia. Estou agora a ler em Portugues, nem por isso me esta' a cativar no seu todo. Mas tem pequenas passagens que me fazem sorrir e pensar "been there" .

Monday, 11 April 2011

Licao

Nunca permitir o prolongamento de questoes/situacoes mal esclarecidas. Aos outros pode dar imenso jeito, mas para o proprio nunca, mas nunca da bom resultado!

Power cut

Estou ha' mais de 24h parcialmente sem luz. Ontem pelas 10 da manha, a luz de parte do edificio foi-se, assim como se foram as luzes de emergencia passadas umas horas.
Podia ser pior... mas nao tenho como cozinhar pois a cozinha que e' totalmente electrica foi afectada e receio que tudo o que tenho no congelador tenha de ir fora. Por acaso tinha enchido o congelador no sabado :(
Hoje liguei para a manutencao que me disse que foi um grande problema e que estao a tentar resolver o mais rapidamente possivel. Fiquei ligeiramente irritada quando comentei que as coisas que tinha no congelador teriam de ir fora e ele foi logo dizendo que nao sao responsaveis, bla bla bla... Disse-lhe claramente que nao estava a procura de responsaveis, mas que queria o problema resolvido o quanto antes, tal como eles, nao??!
Irrita-me profundamente esta desresponsabilizacao dos gajos que administram a residencia. Se lhes dizemos alguma coisa saltam logo a dizer que nao tem responsabilidade ainda antes de lhas pedirmos. Isso e' das coisas que mais me irrita nestes gajos!!
De qualquer forma como disse podia ser pior! E a minha irritacao nao e' com eles...

Sunday, 10 April 2011

Once





How often do you find the right person? Once!

Thursday, 7 April 2011

Eu e os medicos

Muito embora tenha trabalhado durante muito tempo e em mais do que um servico com contacto diario com medicos, nao esquecendo o estagio de 2 anos na area da saude, eu medicos e' ve-los ao longe. Ou em alternativa, e' so' mesmo para falarmos de utentes (nao sou medica, nem profissional de saude, mas como assistente social tenho que contactar frequentemente estes profissionais e ja' trabalhei em servicos de saude).
Nao gosto de fazer exames, analises, nem de consultas. Poe-me nervosa e ansiosa.
Felizmente tenho uma excelente relacao com a minha medica de familia em Portugal com quem comecei por trabalhar ate' que lhe pedi que me inscrevesse na lista dela. Mas nem sempre da' para esperar por ir a Portugal.

E nos ultimos tempos isto tem sido um corropio.

O ano passado foi o joelho e a seguir o tornozelo. La andei o verao meia coxa e em recuperacao. Antes disso, tambem tive de la' ir por 2 vezes por outras porcarias que apareceram.

Ja' para o fim do ano apareceu-me um sinal que esperei para em Dezembro falar com a medica em Portugal. No entanto, como tive de ficar por ca' uns dias por causa da neve, acabei por perder a consulta. Estive uns 2 meses a ganhar coragem e la' fui... verdade seja dita que fui porque o sinalinho estava a crescer a olhos vistos e incomoda e eu ja' estava cheia de medinho e a panicar. Nada de grave, mas tem de ser tirado e o NHS da minha zona acha que nao e' prioritario e portanto nao aceitou o pedido de consulta de especialidade e andamos nisto e o sinal ainda aqui esta' 'a espera que caia de morte natural e caso nao, tera' de ser congelado ?!??! pois parece que assim cai.

E entretanto comecei a andar zonza, sistematicamente com tonturas, sem hora marcada, sem qualquer padrao, antes ou depois de comer, de manha, 'a tarde ou 'a noite. Nao tem padrao. Uma das vezes estava a fazer uma visita a um utente e so pensava que nao saia de la pelo meu pe. La' aproveitei que tinha de ir 'a medica por causa do sinal e falei-lhe nisto. Analises feitas, dois dias depois tinha uma cartinha a convidar-me para marcar nova consulta. Resultado das analises: nada de grave, so' valores muito, muito proximos da anemia, ou tera' sido mesmo anemia que ela disse e mais uma outra infeccao qualquer que nao percebi o que ela disse, so' que tenho de repetir as analises daqui a 2 semanas para ver se os resultados melhoraram. Entretanto, estou a ter algum cuidado com a alimentacao e a comer melhor e a tomar vitaminas. 

E creio que temos em parte a explicacao para o excesso de cansaco e a dificuldade de concentracao. E eu que achava que isto era tudo devido 'a adaptacao ao trabalho, 'a lingua, ao stress do trabalho e 'a utilizacao diaria do computador para tudo excepto nas visitas domiciliarias. Parece que tambem mas nao so'.

E la vou eu ver mais umas agulhas, em menos de um ano ja tirei sangue umas 5 vezes. E eu que gosto tanto delas... not! E la' vou eu visitar a clinica mais umas vezes... para quem nao gosta de medicos, estou-me a tornar cliente frequente... ehehehhe